Buscar

Amor de verão

Tu foi meu breve amor, chegou cheio de cor, coloriu e partiu.

Mas tu foi amor.

Foi amor que floresceu, que ascendeu, que reavivou e partiu.

Mas tu foi amor.

Tu foi revolução, foi chama e foi luz;

Iluminou, ardeu, revolucionou, e partiu.

Mas tu foi amor.

Foi piada, mãos dadas, e cafuné;

Sorriu, segurou, cochichou, e partiu.

Mas tu foi amor.

Foi café da manhã pra despertar, filme de comédia e brisa do mar;

Acordou, gargalhou, sentiu, e partiu.

Mas tu foi amor.

Foi ouvido atento, troca profunda de olhar e até uma dança agarradinha daquela música que adorávamos escutar;

Ouviu, enxergou, dançou e partiu.

Mas tu foi amor.

Foi amor de verão, com gosto do mar às 6 da matina, com perfume impossível de deslembrar, com playlists cheias de memórias e histórias pra contar.

Mas partiu, hoje despeço-me contente, pois me doei incerta se esse amor seria sempre presente, me olhei no espelho e disse: você não vai mais fugir, não dessa vez.

E eu fiquei, eu me abri para ti, deixei que tocasse minha pele e morasse dentro de mim, me encorajei com esse amor, me permiti e vivi.

Mas hoje, meu amor.

Hoje eu vou partir.


Calyanne Tenório

Posts recentes

Ver tudo

O bêbado no cais

Em cada despertar um olhar estático em direção ao horizonte Morre o velho nasce o novo e dispôs-se a recordar Infante, clemente, nem tanto incandescente a vela acesa no altar Foge de mim esperança ao

Rota para a luz

Rota para a luz, A tua ténue paixão, Rosto que me seduz, Quando me dás a tua mão. O meu acreditar conduz, Todo os meus desejos e coração. Nem o passar do tempo reduz, Esse sentimento de emoção. O amor

Lua de marfim

Te contemplo no céu, Te admiro por sob o mar, Deixo guiar-me pelo seu véu, Misterioso clarão do Luar! Oh! Lua de marfim! Tem pena! Tem pena de mim! És minha saga, Beijo o chão, Por onde vaga O teu cla