Buscar

Autômatos Estanques

Múltiplos avatares solitários

Autômatos em seus automóveis

Debatem-se nas ruas sem dialogar


Cada um grita de dentro do seu palanque

De seus aparelhos atados às redes

O cotidiano de uma realidade estanque


O que escrever no epitáfio de uma geração

Que se mata para caçar um Pokémon

Mas que não conhece Shakespeare nem Drummond?


Tantos gigas e terabytes na nuvem de sequidão

De amor, conhecimento, nesse mar de informação

Antes a morte sincera após uma existência plena de emoção

Que a vida fake dentro de uma embalagem pronta


Dessa triste página, já deletei minha conta!



Sodran Vasil


Canal Youtube: Sodran Vasil

Instagram: @sodranvasil

Página do Facebook: www.facebook.com/sodranvasil


Posts recentes

Ver tudo

Café com verso

Se num instante contigo imagino Um encontro inusitado, eu confesso Que o universo como um abrigo amigo Nos recepciona em café com verso Ocasião remota surpresa Imensidão em ter um momento Para se cont

O melhor café do mundo

Nada parecia abalar a simplicidade daquela manhã. E da força ancestral do barro que emprestava ao velho fogão. O vento soprava sem pressa, a lenha crepitava cantando E as labaredas exibiam a inconfund

Cacoema

Precisa alcunha me deram Chamam-me boca do inferno Um inclemente juiz Sem capa, toga e terno. Se me encontrares no espelho Não te assalte o medo De ver-te como a mim veem Para a alegria de todos Sou u