Autômatos Estanques

Múltiplos avatares solitários

Autômatos em seus automóveis

Debatem-se nas ruas sem dialogar


Cada um grita de dentro do seu palanque

De seus aparelhos atados às redes

O cotidiano de uma realidade estanque


O que escrever no epitáfio de uma geração

Que se mata para caçar um Pokémon

Mas que não conhece Shakespeare nem Drummond?


Tantos gigas e terabytes na nuvem de sequidão

De amor, conhecimento, nesse mar de informação

Antes a morte sincera após uma existência plena de emoção

Que a vida fake dentro de uma embalagem pronta


Dessa triste página, já deletei minha conta!



Sodran Vasil


Canal Youtube: Sodran Vasil

Instagram: @sodranvasil

Página do Facebook: www.facebook.com/sodranvasil


Posts recentes

Ver tudo

Onde vais pelas trevas impuras, cavaleiro das armas escuras (...) Cavaleiro, que és? – que mistério Que te força da morte no império Pela noite assombrada a vagar? Álvares de Azevedo Por que é que voc

Lucas e Adalberto escreveram sua carta ao Papai Noel juntos. Empolgados, eles conversaram sobre o que fariam quando recebessem seus brinquedos. Lucas pediu uma bola e Adalberto um carrinho de madeira.

Dentro de mim cadeado, Porta aberta, cárcere privado, Ventre ancestral do tempo, Dentro de mim, muralha, Que a palavra não apaga Chica da Silva, Marielle, Anita, Dandara, Pagu, Maria Quitéria, Maria B

Deixe seu comentário: