top of page

Carta ao livro de bolso

Adolescido tomo

lanterna dos afogados

paraninfo da literatura

rancho da tropa, democrática

classe econômica

talismã, lítero muiraquitã iniciático

sustentáculo dos sebos, colecionário

de ceitils, centavos e xelins

Ingresso de matinê

na nau de Stevenson, na floresta

de London

na faiscante Paris espachim e amante

dos Dumas

condensário das imensidões

de Moby Dick ao pai Quixote

dramas d’antanho em prosa e papel jornal

poemas seletos lidos com lenta pressa

enquanto sacoleja o bonde ou o busão

lâmpada de celulose que exulta

na cama de solteiro do quartinho dos fundos

tanto te devemos, fiador dos desamparados

bengala dos moços, livro de bolso


Sammis Reachers


Instagram: @sammisreachers

Posts recentes

Ver tudo

Cavaleiro Negro (Aline Bischoff)

Onde vais pelas trevas impuras, cavaleiro das armas escuras (...) Cavaleiro, que és? – que mistério Que te força da morte no império Pela noite assombrada a vagar? Álvares de Azevedo Por que é que voc

Brinquedos (Alessandra Barcelar)

Lucas e Adalberto escreveram sua carta ao Papai Noel juntos. Empolgados, eles conversaram sobre o que fariam quando recebessem seus brinquedos. Lucas pediu uma bola e Adalberto um carrinho de madeira.

Múltiplas (Valéria Pisauro)

Dentro de mim cadeado, Porta aberta, cárcere privado, Ventre ancestral do tempo, Dentro de mim, muralha, Que a palavra não apaga Chica da Silva, Marielle, Anita, Dandara, Pagu, Maria Quitéria, Maria B

Comments


Deixe seu comentário:
bottom of page