Buscar

Catástrofe Linguística

Quebrando o lento sê-la em lê-la rápida

Se perde o tê-la toda sendo a única

Se faz da viva língua a morta máquina

Que não intui e esconde a própria tônica

Em vão metrá-la não lhe explica a máxima

Querer abri-la dá-lhe a morte súbita

Sem dor, amor, coragem, cor ou lástima

Apenas forma morta, pena cúbica


Pedro Guerra Demingos


Instagram: @pgdemingos

Posts recentes

Ver tudo

Liberdade

Lutando contra as forças Internas e externas, Buscando a felicidade Em todo canto e em cada fresta. Relevante sensação; De fato, relativa. Angústia presente Diversas vezes Escondida. Yuri Nunes Instag

Personificação

Teresa revoluciona ao sentir os gestos que suspendem dizeres e abraçar é uma ação no microcosmo dessa suspensão. Depois iremos forçar os limites da linguagem, escrever para confirmar existências e por

Globalização do amor

Amar na ausência, como se presente fosse, Como se tão perto estivesse, Globalização do amor. Corações planejam a presença, Dia a dia, raras, mas de tanto valor. Encontros que de tão intensos, Marcam,