Chama Eternal

Vossa lembrança é como a vida

que não abandona o espírito no sono.

(Vinícius de Moraes)

Trago veemente em meu coração,

Eternamente e a cada instante,

Avassaladora e eminente paixão,

Em meu sôfrego peito ofegante.

Irrompendo ardente,

Obrigando-me a te querer

Insana e freneticamente.

Em vias de desfalecer.

Chama que ao infinito ascendeu,

Oriunda de profundo laço ancestral.

Que a toda razão se excedeu.

Transcendendo ao surreal.

Somente nos braços de Morfeu,

Encontro meu amado imortal.

A quem minh’alma pertenceu,

Em remoto enlevo atemporal.


Aline Bischoff

Posts recentes

Ver tudo

Onde vais pelas trevas impuras, cavaleiro das armas escuras (...) Cavaleiro, que és? – que mistério Que te força da morte no império Pela noite assombrada a vagar? Álvares de Azevedo Por que é que voc

Lucas e Adalberto escreveram sua carta ao Papai Noel juntos. Empolgados, eles conversaram sobre o que fariam quando recebessem seus brinquedos. Lucas pediu uma bola e Adalberto um carrinho de madeira.

Dentro de mim cadeado, Porta aberta, cárcere privado, Ventre ancestral do tempo, Dentro de mim, muralha, Que a palavra não apaga Chica da Silva, Marielle, Anita, Dandara, Pagu, Maria Quitéria, Maria B

Deixe seu comentário: