Buscar

Crença

Haverá um tempo em que o preto

Será apenas uma cor.

Não hoje, não agora

Quando folhas negras murcham o coração

E flores negras retesam-se ao toque

Sem florir.

Haverá um tempo em que o preto

Não será luto

De raízes arrancadas,

De futuro devassado,

De galhos que já não se arvoram

Num abraço.

Haverá um tempo em que o preto

Será luta,

No esforço de restaurar.

E o pranto, canto

E a saudade, remanso

Na possibilidade palpável

Do tempo de Deus.


Sandra Godinho


Instagram: @smgg396

Posts recentes

Ver tudo

Liberdade

Lutando contra as forças Internas e externas, Buscando a felicidade Em todo canto e em cada fresta. Relevante sensação; De fato, relativa. Angústia presente Diversas vezes Escondida. Yuri Nunes Instag

Personificação

Teresa revoluciona ao sentir os gestos que suspendem dizeres e abraçar é uma ação no microcosmo dessa suspensão. Depois iremos forçar os limites da linguagem, escrever para confirmar existências e por

Globalização do amor

Amar na ausência, como se presente fosse, Como se tão perto estivesse, Globalização do amor. Corações planejam a presença, Dia a dia, raras, mas de tanto valor. Encontros que de tão intensos, Marcam,