Buscar
  • Aline Pedrosa

Entrelinhas

Esses sentimentos que ficam apenas nas redes sociais, não me interessam. Conheço gente super feliz, ao mesmo tempo que amargura sua própria existência. Difícil é saber ler as entrelinhas, na verdade, difícil é saber ler, ultimamente.

É muita gente que escreve lindo, e sente pouco, ou escreve pouco e sente muito.

É muita gente que diz amar gente, que escreve de forma poeticamente doce, mas não é capaz de olhar o outro nos olhos.

O problema talvez seja esse, muita gente! Quando a vida anda bagunçada de gente, o trabalho para entender é ainda maior, gente se mexe demais. Você diz: fique aí! Não Fica! Você diz: vem aqui! Não vem. É sempre um imperativo que não impera!

Posts recentes

Ver tudo

Liberdade

Lutando contra as forças Internas e externas, Buscando a felicidade Em todo canto e em cada fresta. Relevante sensação; De fato, relativa. Angústia presente Diversas vezes Escondida. Yuri Nunes Instag

Personificação

Teresa revoluciona ao sentir os gestos que suspendem dizeres e abraçar é uma ação no microcosmo dessa suspensão. Depois iremos forçar os limites da linguagem, escrever para confirmar existências e por

Globalização do amor

Amar na ausência, como se presente fosse, Como se tão perto estivesse, Globalização do amor. Corações planejam a presença, Dia a dia, raras, mas de tanto valor. Encontros que de tão intensos, Marcam,