Entrelinhas

Esses sentimentos que ficam apenas nas redes sociais, não me interessam. Conheço gente super feliz, ao mesmo tempo que amargura sua própria existência. Difícil é saber ler as entrelinhas, na verdade, difícil é saber ler, ultimamente.

É muita gente que escreve lindo, e sente pouco, ou escreve pouco e sente muito.

É muita gente que diz amar gente, que escreve de forma poeticamente doce, mas não é capaz de olhar o outro nos olhos.

O problema talvez seja esse, muita gente! Quando a vida anda bagunçada de gente, o trabalho para entender é ainda maior, gente se mexe demais. Você diz: fique aí! Não Fica! Você diz: vem aqui! Não vem. É sempre um imperativo que não impera!

Posts recentes

Ver tudo

Onde vais pelas trevas impuras, cavaleiro das armas escuras (...) Cavaleiro, que és? – que mistério Que te força da morte no império Pela noite assombrada a vagar? Álvares de Azevedo Por que é que voc

Lucas e Adalberto escreveram sua carta ao Papai Noel juntos. Empolgados, eles conversaram sobre o que fariam quando recebessem seus brinquedos. Lucas pediu uma bola e Adalberto um carrinho de madeira.

Dentro de mim cadeado, Porta aberta, cárcere privado, Ventre ancestral do tempo, Dentro de mim, muralha, Que a palavra não apaga Chica da Silva, Marielle, Anita, Dandara, Pagu, Maria Quitéria, Maria B

Deixe seu comentário: