Estafa

Na grande roda da vida, ela ia

Cansada, estressada, inquieta

Tentava aglutinar tudo que via,

Mesmo que, para isso, abdicasse duma boa vida

Na grande roda da vida, ela ia

Para todos os lugares,

Para onde quisessem,

Pouco importa se gostassem

Na grande roda da vida, ela ia

Com uma fagulha de esperança

Sem perder sua alegria

Mesmo que perdesse quase toda a energia

Na grande roda da vida, ela ia

Às vezes, se perdendo

Em tantas outras, crescendo

Parada, ela não estaria

Na grande roda da vida, ela ia

Até o fim dos dias

Até ficar sem energia

Ela ia tomar a direção dos seus dias


Miguel Barros

Posts recentes

Ver tudo

Onde vais pelas trevas impuras, cavaleiro das armas escuras (...) Cavaleiro, que és? – que mistério Que te força da morte no império Pela noite assombrada a vagar? Álvares de Azevedo Por que é que voc

Lucas e Adalberto escreveram sua carta ao Papai Noel juntos. Empolgados, eles conversaram sobre o que fariam quando recebessem seus brinquedos. Lucas pediu uma bola e Adalberto um carrinho de madeira.

Dentro de mim cadeado, Porta aberta, cárcere privado, Ventre ancestral do tempo, Dentro de mim, muralha, Que a palavra não apaga Chica da Silva, Marielle, Anita, Dandara, Pagu, Maria Quitéria, Maria B

Deixe seu comentário: