Buscar

Folha em Branco

Todo homem é poeta, acontece que a poesia é nada. Antes keep walking, tênis Nike, carro amarelo, iate, um teco - se pá dois e a noite entra com tudo.

Todo homem é poeta, acontece que tem sempre uma HK no meio, mas é no meio da entrevista que o cara da biqueira pergunta se pode cantar o seu poema.

Todo homem é poeta, acontece que às vezes estupram, fodem com a rima e os três filhos.

Todo homem é poeta, acontece que a geladeira tá vazia e o seguro desemprego não assegura o pé roxo da mãe diabética.

Todo homem é poeta, acontece que o professor disse:

- Com esse gorro na cabeça você parece um bandido! E o poeta nunca mais foi à escola.

Todo homem é poeta, mas hoje o poeta espancou a mulher, depois arrumou briga no bar do seu Hamilton e morreu esfaqueado.

Todo homem é poeta, acontece que alguns já nascem com certidão de óbito.

Temos agora um corpo morto exposto no meio do bar, cheiro de aguardente e sangue. O poeta atravanca a livre circulação, segue sendo um estorvo - mas podia ser pior...

Caído na vala, quebraram as pernas do poeta para fazê-lo caber num carrinho de mão, de cimento e lixo. Com a última pá de abandono, enterramos assim a vida do poeta que não pôde começar.

Vandia Leal (Colaboradora Oficial do Escrita Cafeína)

Posts recentes

Ver tudo

Liberdade

Lutando contra as forças Internas e externas, Buscando a felicidade Em todo canto e em cada fresta. Relevante sensação; De fato, relativa. Angústia presente Diversas vezes Escondida. Yuri Nunes Instag

Personificação

Teresa revoluciona ao sentir os gestos que suspendem dizeres e abraçar é uma ação no microcosmo dessa suspensão. Depois iremos forçar os limites da linguagem, escrever para confirmar existências e por

Globalização do amor

Amar na ausência, como se presente fosse, Como se tão perto estivesse, Globalização do amor. Corações planejam a presença, Dia a dia, raras, mas de tanto valor. Encontros que de tão intensos, Marcam,

© Copyright