Buscar
  • Aline Pedrosa

Há mar

Nosso segredo revelar

Escancarar o escondido

Esconder o que à mostra está


Meu segredo agora, sentir

E não só pensar

As palavras já não saem

ao querer digitar

Preciso do poder sinestésico

da caneta ao me palpar

Caneta canhota

Canhota maneira


Nosso segredo sempre foi multiplicar

O primeiro segundo

Em vários para amar

Mar há

Há mar

Posts recentes

Ver tudo

Liberdade

Lutando contra as forças Internas e externas, Buscando a felicidade Em todo canto e em cada fresta. Relevante sensação; De fato, relativa. Angústia presente Diversas vezes Escondida. Yuri Nunes Instag

Personificação

Teresa revoluciona ao sentir os gestos que suspendem dizeres e abraçar é uma ação no microcosmo dessa suspensão. Depois iremos forçar os limites da linguagem, escrever para confirmar existências e por

Globalização do amor

Amar na ausência, como se presente fosse, Como se tão perto estivesse, Globalização do amor. Corações planejam a presença, Dia a dia, raras, mas de tanto valor. Encontros que de tão intensos, Marcam,

© Copyright