Lacunas

A qualquer momento,

em todas as nossas andanças,

a vida pede espaço.

Espaço. Pausa. Distância.

Quem garante preencher as lacunas?

Quem medirá o metro quadrado?

Qual a proporção do vazio?

Pois bem, nem assim,

as respostas são convincentes,

a gente precisa mesmo é OCUPAR.

O que resta, a gente joga.

O que falta, a gente anota.

Na dúvida, a gente muda,

apaga aqui e reescreve lá.

E um dia, a gente vai mudando as posições

e colocando tudo no lugar.

Calma. Respira. Observa.

Tudo muda, na verdade,

tudo tem um ajuste próprio,

o espaço, a matéria,

e nem adianta negar.


Bianca Morais

Posts recentes

Ver tudo

Onde vais pelas trevas impuras, cavaleiro das armas escuras (...) Cavaleiro, que és? – que mistério Que te força da morte no império Pela noite assombrada a vagar? Álvares de Azevedo Por que é que voc

Lucas e Adalberto escreveram sua carta ao Papai Noel juntos. Empolgados, eles conversaram sobre o que fariam quando recebessem seus brinquedos. Lucas pediu uma bola e Adalberto um carrinho de madeira.

Dentro de mim cadeado, Porta aberta, cárcere privado, Ventre ancestral do tempo, Dentro de mim, muralha, Que a palavra não apaga Chica da Silva, Marielle, Anita, Dandara, Pagu, Maria Quitéria, Maria B

Deixe seu comentário: