Buscar

Maresia

A dança das águas,

Observo, reflito.

Às vezes maresia,

Com dias calmos, olhares fixos, palavras doces.

Às vezes ondas;

Das gigantes fujo, raramente enfrento,

Jogando-me ao mar para acalmar as ondas.

Não lutar, apenas mergulhar,

De frente, fechar os olhos e

Abrir-se ao outro, saborear o momento,

Deixar-se envolver plenamente,

A agitação passa, a vida é assim.



Sérgio Ricardo de Carvalho


https://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/publicacoes/index.php https://www.agbook.com.br/book/332434--Poesias_Biblicas_dos_Salmos https://www.agbook.com.br/book/332213--Poesias_Biblicas_do_Evangelho_de_Joao_e_Apocalipse https://clubedeautores.com.br/livro/poesia-para-apaixonados https://www.facebook.com/notes/academia-virtual-dos-poetas-da-lingua-portuguesa/quadro-de-acad%C3%AAmicos-da-avplp-/1931430710296465/


Posts recentes

Ver tudo

O bêbado no cais

Em cada despertar um olhar estático em direção ao horizonte Morre o velho nasce o novo e dispôs-se a recordar Infante, clemente, nem tanto incandescente a vela acesa no altar Foge de mim esperança ao

Rota para a luz

Rota para a luz, A tua ténue paixão, Rosto que me seduz, Quando me dás a tua mão. O meu acreditar conduz, Todo os meus desejos e coração. Nem o passar do tempo reduz, Esse sentimento de emoção. O amor

Lua de marfim

Te contemplo no céu, Te admiro por sob o mar, Deixo guiar-me pelo seu véu, Misterioso clarão do Luar! Oh! Lua de marfim! Tem pena! Tem pena de mim! És minha saga, Beijo o chão, Por onde vaga O teu cla