Buscar

Maresia

A dança das águas,

Observo, reflito.

Às vezes maresia,

Com dias calmos, olhares fixos, palavras doces.

Às vezes ondas;

Das gigantes fujo, raramente enfrento,

Jogando-me ao mar para acalmar as ondas.

Não lutar, apenas mergulhar,

De frente, fechar os olhos e

Abrir-se ao outro, saborear o momento,

Deixar-se envolver plenamente,

A agitação passa, a vida é assim.



Sérgio Ricardo de Carvalho


https://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/publicacoes/index.php https://www.agbook.com.br/book/332434--Poesias_Biblicas_dos_Salmos https://www.agbook.com.br/book/332213--Poesias_Biblicas_do_Evangelho_de_Joao_e_Apocalipse https://clubedeautores.com.br/livro/poesia-para-apaixonados https://www.facebook.com/notes/academia-virtual-dos-poetas-da-lingua-portuguesa/quadro-de-acad%C3%AAmicos-da-avplp-/1931430710296465/


Posts recentes

Ver tudo

Liberdade

Lutando contra as forças Internas e externas, Buscando a felicidade Em todo canto e em cada fresta. Relevante sensação; De fato, relativa. Angústia presente Diversas vezes Escondida. Yuri Nunes Instag

Personificação

Teresa revoluciona ao sentir os gestos que suspendem dizeres e abraçar é uma ação no microcosmo dessa suspensão. Depois iremos forçar os limites da linguagem, escrever para confirmar existências e por

Globalização do amor

Amar na ausência, como se presente fosse, Como se tão perto estivesse, Globalização do amor. Corações planejam a presença, Dia a dia, raras, mas de tanto valor. Encontros que de tão intensos, Marcam,

© Copyright