Buscar

Ode às quartas-feiras

Quarta-feira

desde sempre meu dia preferido

quando tudo parece ser possível

It’s wednesday morning and she’s leaving home

baricentro da semana, ponto perfeito entre o início e o fim

águas correram, mas o rio ainda não desembocou

muito se fez, muito se fará

as pessoas anseiam a (sex)ta, eu anseio a calma que a qu(ar)ta trás

despertam em mim o equilíbrio

a simetria e o alinhamento das metas passadas com as metas futuras

um ponto de encontro entre o pretérito e o porvir

onde o presente ressurge para rememorar a sua placidez

transluz os desejos utópicos em êxtase concreto

as sensações vêm em câmera lenta

o arrebatamento parece nunca ir embora

e ao final de uma quarta,

a vida vale a pena


Sara Costa

https://saracosta00.medium.com/

Posts recentes

Ver tudo

Liberdade

Lutando contra as forças Internas e externas, Buscando a felicidade Em todo canto e em cada fresta. Relevante sensação; De fato, relativa. Angústia presente Diversas vezes Escondida. Yuri Nunes Instag

Personificação

Teresa revoluciona ao sentir os gestos que suspendem dizeres e abraçar é uma ação no microcosmo dessa suspensão. Depois iremos forçar os limites da linguagem, escrever para confirmar existências e por

Globalização do amor

Amar na ausência, como se presente fosse, Como se tão perto estivesse, Globalização do amor. Corações planejam a presença, Dia a dia, raras, mas de tanto valor. Encontros que de tão intensos, Marcam,