Buscar

Pássaro

Ela tinha tudo, Tudo que desejava, Tudo que queria, Sol, sombra, água, Comida três vezes por dia, Mas o que ninguém sabia, Era que isto não bastava, Não satisfazia, Precisava de sonho, De fantasia. No seu apartamento, Uma gaiola dourada, Suspirava a cada momento, Transbordando de vontades, De quereres e de saudades, Andava de um lado pro outro, Presa no próprio corpo, Seu pensamento voava, Sua alma fugia, Sim, tinha um dono, Que fechava a gaiola, Mas não abria, Vivia no abandono, Asas cortadas, Nem cantava, Porque nem podia, Pela janela olhava, Pássaros soltos, Gente com alegria, Procurou bem longe O seu amor, Onde estaria?


Marçal de Oliveira Huoya



Posts recentes

Ver tudo

Entre nós e maresia

Éramos 12. Perambulantes. Numa mistura que nos dava coesão. Andávamos como só naquela época podíamos, despreocupados e com todo o tempo a nosso dispor. Adolescentes, jovens, amigos. Éramos um. Grupo s

Desencontro Virtual

Já não quero receber teu abraço Meu corpo ressente Este corpo que recentemente é só meu Não há toque virtual As vezes evito teu olhar Ele me assusta e me desafia Acho que me desestabiliza E fecho a câ

Morre o sol e nasce a lua

O Sol sabe se retirar, Após brilhar um dia inteiro. Sabe a hora exata de recolher o brilho, E nunca é passageiro. Ele volta no dia seguinte, Ainda que as nuvens venham fortes, Ele nunca sucumbe, Ainda

© Copyright