Presságios

E cada vez mais a gente se aproxima e ao mesmo tempo, tem de lidar com a distância.

Mas como?

Se fomos ensinados a conviver, juntar, manter a aproximação, tudo pelo movimento cíclico das relações humanas.

Contradito, não?

Se pararmos pra pensar, hoje e sempre, esse movimento não tinha direção constante, sem

Ilusões, todos os elos eram rompidos por algum fato, seja ele novo ou atípico...

Coisas da vida, meu caro!

Coisas que a ciência explica, a filosofia direciona, os plantões dos noticiários julgam, as redes transformam em teias e assim vai... Esvaindo-se!

Pra onde? Qual o destino?

Ah, meu caro, desse presságio nem quero saber!

Só te digo que, de tudo isso, a humanidade vai ter de içar!

Avante, meu caro!


Bianca Morais



Posts recentes

Ver tudo

Onde vais pelas trevas impuras, cavaleiro das armas escuras (...) Cavaleiro, que és? – que mistério Que te força da morte no império Pela noite assombrada a vagar? Álvares de Azevedo Por que é que voc

Lucas e Adalberto escreveram sua carta ao Papai Noel juntos. Empolgados, eles conversaram sobre o que fariam quando recebessem seus brinquedos. Lucas pediu uma bola e Adalberto um carrinho de madeira.

Dentro de mim cadeado, Porta aberta, cárcere privado, Ventre ancestral do tempo, Dentro de mim, muralha, Que a palavra não apaga Chica da Silva, Marielle, Anita, Dandara, Pagu, Maria Quitéria, Maria B

Deixe seu comentário: