top of page

Presságios

E cada vez mais a gente se aproxima e ao mesmo tempo, tem de lidar com a distância.

Mas como?

Se fomos ensinados a conviver, juntar, manter a aproximação, tudo pelo movimento cíclico das relações humanas.

Contradito, não?

Se pararmos pra pensar, hoje e sempre, esse movimento não tinha direção constante, sem

Ilusões, todos os elos eram rompidos por algum fato, seja ele novo ou atípico...

Coisas da vida, meu caro!

Coisas que a ciência explica, a filosofia direciona, os plantões dos noticiários julgam, as redes transformam em teias e assim vai... Esvaindo-se!

Pra onde? Qual o destino?

Ah, meu caro, desse presságio nem quero saber!

Só te digo que, de tudo isso, a humanidade vai ter de içar!

Avante, meu caro!


Bianca Morais



Posts recentes

Ver tudo

Cavaleiro Negro (Aline Bischoff)

Onde vais pelas trevas impuras, cavaleiro das armas escuras (...) Cavaleiro, que és? – que mistério Que te força da morte no império Pela noite assombrada a vagar? Álvares de Azevedo Por que é que voc

Brinquedos (Alessandra Barcelar)

Lucas e Adalberto escreveram sua carta ao Papai Noel juntos. Empolgados, eles conversaram sobre o que fariam quando recebessem seus brinquedos. Lucas pediu uma bola e Adalberto um carrinho de madeira.

Múltiplas (Valéria Pisauro)

Dentro de mim cadeado, Porta aberta, cárcere privado, Ventre ancestral do tempo, Dentro de mim, muralha, Que a palavra não apaga Chica da Silva, Marielle, Anita, Dandara, Pagu, Maria Quitéria, Maria B

Comments


Deixe seu comentário:
bottom of page