Buscar

Tsun-ame (Priscila Guimarães)

Navegar pelo movimento das ondas que quebram espumando amor. Velejar com a jangada que guia para as profundezas da emoção. Um amor navegador, flutuante na maré salgada que adoça os lábios e acalma o coração. O azul do céu e a areia dourada serena em cada pegada de afago. Conchas e estrelas marinhas iluminadas pela lua cheia percorrem até o encontro ‘tsunâmico’ dos olhares.

Posts recentes

Ver tudo

Mários (Aline Bischoff)

Em homenagem a Mário de Andrade e Mario Quintana Eram dois Mários, Mas pareciam ser vários. Ambos, extraordinários! Dois grandes visionários De inconfundíveis imaginários. Da poesia, virtuosos funcion

Alucinação (Alessandra Barcelar)

- Esquizofrenia - disse o psiquiatra - Na verdade o caso mais célebre dessa clínica. - Se refere à essa criança? Parece-me tão inocente. - Creia-me, não é! Assassinou a avó brutalmente com um machado.

Sinto muito (Yuri Nunes)

Sem alguma maldade, Intenção de machucar... Nada além da verdade. Tudo vai passar?! Onerosa solução. Misto de fica... e vai Um pesado coração. Intensa dor em si. Tempo para curar; Olhar pra frente e s