top of page

Ígneo

Seu olhar ígneo me enleia,

Dele não consigo escapar,

Em minh'alma chama ateia

Inconcebível de explicar.

Seu riso constante a me iluminar,

Faz meu íntimo se desfazer,

Como ondas na praia a arrebentar,

Na alvorada do meu ser.

Seu toque enérgico,

Vem minha estrutura retesar.

Saiba que tú és o único

Por quem me permito dominar.

Seu eu magnético me rege,

Tal como o luar ao mar

Teu peito me protege,

Seguro a me acalentar.


Como as areias do deserto

Carregadas pelo vento,

Tú me conduzes decerto

Rumo ao firmamento.

E nesse céu estrelado,

De mãos dadas contigo,

Somente ao seu lado

Encontro meu maior abrigo.


Aline Bischoff

Posts recentes

Ver tudo

Cavaleiro Negro (Aline Bischoff)

Onde vais pelas trevas impuras, cavaleiro das armas escuras (...) Cavaleiro, que és? – que mistério Que te força da morte no império Pela noite assombrada a vagar? Álvares de Azevedo Por que é que voc

Brinquedos (Alessandra Barcelar)

Lucas e Adalberto escreveram sua carta ao Papai Noel juntos. Empolgados, eles conversaram sobre o que fariam quando recebessem seus brinquedos. Lucas pediu uma bola e Adalberto um carrinho de madeira.

Múltiplas (Valéria Pisauro)

Dentro de mim cadeado, Porta aberta, cárcere privado, Ventre ancestral do tempo, Dentro de mim, muralha, Que a palavra não apaga Chica da Silva, Marielle, Anita, Dandara, Pagu, Maria Quitéria, Maria B

ความคิดเห็น


Deixe seu comentário:
bottom of page