Buscar

Entrebocas

Da boca a palavra que fere, exacerbações infundadas,

Na boca o gosto salobre da lágrima e do sangue do lábio ferido,

Da boca o pedido de perdão, as promessas de mudança,

Na boca a mão que oculta a indignação, a defesa silenciada,

Na boca o sorriso de esperança, do novo começo, da renovação...

Até quando?!

Por Jaciara Mendes

Posts recentes

Ver tudo

Liberdade

Lutando contra as forças Internas e externas, Buscando a felicidade Em todo canto e em cada fresta. Relevante sensação; De fato, relativa. Angústia presente Diversas vezes Escondida. Yuri Nunes Instag

Personificação

Teresa revoluciona ao sentir os gestos que suspendem dizeres e abraçar é uma ação no microcosmo dessa suspensão. Depois iremos forçar os limites da linguagem, escrever para confirmar existências e por

Globalização do amor

Amar na ausência, como se presente fosse, Como se tão perto estivesse, Globalização do amor. Corações planejam a presença, Dia a dia, raras, mas de tanto valor. Encontros que de tão intensos, Marcam,

© Copyright