Desmorono

Por que você me dá tanto

Para depois tomar?

Faz eu me habituar com a sua presença

Sem pretensão de ficar.

Questiono-me a todo instante

Se te traz felicidade

Ver o meu mundo desabar.

Por que me faz promessas

Para depois quebrar?

Restando-me as lembranças

Para me sustentar.

Porque você me agarra

Para depois soltar?

Você me ama mesmo?

Ou mente tentando me consolar?

Parece tão real quando estamos juntos

Mas, sempre que você vai embora

Eu desmorono.

 

Daniele Soares

Posts recentes

Ver tudo

Onde vais pelas trevas impuras, cavaleiro das armas escuras (...) Cavaleiro, que és? – que mistério Que te força da morte no império Pela noite assombrada a vagar? Álvares de Azevedo Por que é que voc

Lucas e Adalberto escreveram sua carta ao Papai Noel juntos. Empolgados, eles conversaram sobre o que fariam quando recebessem seus brinquedos. Lucas pediu uma bola e Adalberto um carrinho de madeira.

Dentro de mim cadeado, Porta aberta, cárcere privado, Ventre ancestral do tempo, Dentro de mim, muralha, Que a palavra não apaga Chica da Silva, Marielle, Anita, Dandara, Pagu, Maria Quitéria, Maria B

Deixe seu comentário: