top of page

Encantadora de versos

Sua beleza e formosura encantam os versos,

Que discorrem do coração de poetas apaixonados.

De seus olhos saem poesias,

De suas mãos alegria e fantasia,

De seus lábios as mais belas canções,

Do seu jeito de amar as rimas perfeitas.

Palavras que se encaixam,

Tal e qual os sentimentos junto aos meus.

Ela encanta as trovas e os sonetos,

Dá vida às frases e profundidade aos relacionamentos,

Enaltece as pequenas coisas,

Atenta o poeta aos detalhes,

A luz de seus olhos ilumina os sentidos,

Não deixa vacilar as mãos das quais discorrem versos.

Seduz a alma para que escreva.

Não deixa quieta a alma sertaneja,

Criam-se as notas e as frases mais belas;

Nem tampouco deixa sem inspiração,

O povo simples de nosso sertão,

E lá no alto junto a nossa grande floresta,

Inspira os potiguares e alegram as almas em festa,

Entre os nordestinos enlouquece o seu juízo.

Nas gafieiras cantam versos que exaltam sua beleza,

Entre danças, giros e sapateados,

As rimas desfilam o amor à inspiradora de infinitos versos.


Sérgio Ricardo de Carvalho/Félix Hilton

Posts recentes

Ver tudo

Cavaleiro Negro (Aline Bischoff)

Onde vais pelas trevas impuras, cavaleiro das armas escuras (...) Cavaleiro, que és? – que mistério Que te força da morte no império Pela noite assombrada a vagar? Álvares de Azevedo Por que é que voc

Brinquedos (Alessandra Barcelar)

Lucas e Adalberto escreveram sua carta ao Papai Noel juntos. Empolgados, eles conversaram sobre o que fariam quando recebessem seus brinquedos. Lucas pediu uma bola e Adalberto um carrinho de madeira.

Múltiplas (Valéria Pisauro)

Dentro de mim cadeado, Porta aberta, cárcere privado, Ventre ancestral do tempo, Dentro de mim, muralha, Que a palavra não apaga Chica da Silva, Marielle, Anita, Dandara, Pagu, Maria Quitéria, Maria B

Comentarios


Deixe seu comentário:
bottom of page