top of page

Gradação

Foi só um olhar

Quase deixei passar

Alguns segundos de demora

E passei a querer olhar mais

Fixamente


Depois vieram as mãos

Ombros desalinhados

Urgência

Pensamento único

Recorrente

Você se tornou minha subsistência

Nunca estive tão focada


Morri quando isso desapareceu

Passei a ser só um corpo

Com alguma anestesia

E os tempos, os silêncios, a mecânica do dia

Me prenderam pra sempre no passado

Não há presente para corações dilacerados

Flavia Ferrari

Posts recentes

Ver tudo

Cavaleiro Negro (Aline Bischoff)

Onde vais pelas trevas impuras, cavaleiro das armas escuras (...) Cavaleiro, que és? – que mistério Que te força da morte no império Pela noite assombrada a vagar? Álvares de Azevedo Por que é que voc

Brinquedos (Alessandra Barcelar)

Lucas e Adalberto escreveram sua carta ao Papai Noel juntos. Empolgados, eles conversaram sobre o que fariam quando recebessem seus brinquedos. Lucas pediu uma bola e Adalberto um carrinho de madeira.

Múltiplas (Valéria Pisauro)

Dentro de mim cadeado, Porta aberta, cárcere privado, Ventre ancestral do tempo, Dentro de mim, muralha, Que a palavra não apaga Chica da Silva, Marielle, Anita, Dandara, Pagu, Maria Quitéria, Maria B

Comments


Deixe seu comentário:
bottom of page