Buscar

Matutar

Atualizado: 27 de Abr de 2020

Sempre fico a matutar

Erudito ou popular?

Povo que arrasta o chinelo em terra de barro

Que come feijão com arroz

Pra deixar o bucho bem forrado

Que fala cheio de gingado

Mas prefere valorar o erudito ao popular?

e a tua raiz tu deixa pra lá?

Pra lá de longe e esquece

Da beleza que é a cultura do nordeste

Que respira resistência e se diverte com pastoril, chegança, samba de cocô, guerreiro e capoeira

Avi maria que é tanta dança pra mais de mil

Quem já correu das caretas e teve medo de boi bumbá?

E quem não teve vontade de, na banda de fanfarra, um instrumento tocar?

Arte de um povo que há muito sofre

Cantigas que nascem dos lábios de quem não conhece nem o abc

Que sobrevive da tradição

Que aposta na fé pra nenhum sentido na vida perder

E fico cá a matutar

Erudito ou popular?


Por Gabriel Mízio

Posts recentes

Ver tudo

Café com verso

Se num instante contigo imagino Um encontro inusitado, eu confesso Que o universo como um abrigo amigo Nos recepciona em café com verso Ocasião remota surpresa Imensidão em ter um momento Para se cont

O melhor café do mundo

Nada parecia abalar a simplicidade daquela manhã. E da força ancestral do barro que emprestava ao velho fogão. O vento soprava sem pressa, a lenha crepitava cantando E as labaredas exibiam a inconfund

Cacoema

Precisa alcunha me deram Chamam-me boca do inferno Um inclemente juiz Sem capa, toga e terno. Se me encontrares no espelho Não te assalte o medo De ver-te como a mim veem Para a alegria de todos Sou u