Solidão

Impossível fugir.

Insistente que é

me incorpora.

Se esconde

mas, nunca vai embora.

Mesmo que remotas ondas

de existências outras

venham me habitar

sabe que sempre só moram por fora

gostam de alpendres, varandas

mas se olham por entre frestas das janelas

ou espiam pelos cantos da porta

antes que entrem

vão embora.

E a fiel domiciliada

tal gato arisco

que se esconde debaixo da cama a qualquer sinal de perigo

assim que percebe

silêncio

vazio

volta ligeira a seu lugar.

Sem pedir permissão

fecha as frestas

portas e janelas

me ocupa inteira.


Lilian Gonçalves

Posts recentes

Ver tudo

Onde vais pelas trevas impuras, cavaleiro das armas escuras (...) Cavaleiro, que és? – que mistério Que te força da morte no império Pela noite assombrada a vagar? Álvares de Azevedo Por que é que voc

Lucas e Adalberto escreveram sua carta ao Papai Noel juntos. Empolgados, eles conversaram sobre o que fariam quando recebessem seus brinquedos. Lucas pediu uma bola e Adalberto um carrinho de madeira.

Dentro de mim cadeado, Porta aberta, cárcere privado, Ventre ancestral do tempo, Dentro de mim, muralha, Que a palavra não apaga Chica da Silva, Marielle, Anita, Dandara, Pagu, Maria Quitéria, Maria B

Deixe seu comentário: