Sonho negro

Vale a pena relembrar isso? Vale a pena sofrer por isso? A inviabilidade do nosso casamento começou no jardim. Ele, olhando o piso entremeado de pedras e eu querendo alcançar as estrelas. Ele, com aquele charme especial de quem vivencia o amor pela primeira vez. Por trás do sorriso, o flerte. Por trás do flerte, uma intenção escancarada de amar incondicionalmente. E desejar incondicionalmente. Eu, uma mulher romântica em necessidade de sobrevivência. Eu, sem conseguir desviar os olhos da sua boca. Uma boca de possibilidades. Uma boca de resgate. Eu, com os pensamentos no vapor exalado da sua respiração, no suor dos seus braços, na perna quente que encostava na minha em total cumplicidade. Foi exatamente ali, naquele momento, que me perdi.


Sandra Godinho

Posts recentes

Ver tudo

Onde vais pelas trevas impuras, cavaleiro das armas escuras (...) Cavaleiro, que és? – que mistério Que te força da morte no império Pela noite assombrada a vagar? Álvares de Azevedo Por que é que voc

Lucas e Adalberto escreveram sua carta ao Papai Noel juntos. Empolgados, eles conversaram sobre o que fariam quando recebessem seus brinquedos. Lucas pediu uma bola e Adalberto um carrinho de madeira.

Dentro de mim cadeado, Porta aberta, cárcere privado, Ventre ancestral do tempo, Dentro de mim, muralha, Que a palavra não apaga Chica da Silva, Marielle, Anita, Dandara, Pagu, Maria Quitéria, Maria B

Deixe seu comentário: