Buscar
  • Aline Pedrosa

Tem dia

Tem dia que pessoas parecem carcaças, que sorrisos estão de cabeça pra baixo e nosso mundo no chão. Tem dia que levantar é difícil, seguir é pesado, e parar, reflexão. Tem dia que tudo que se quer é atenção, reter o que há de melhor no outro, mesmo que por compaixão. Um afago amigo, comida de mãe, feijão de vó, piada de irmão. Tem dia que as raízes nos puxam e dói, porque temos que ir na contramão. Tem dia que a cidade Natal parece ser em outra dimensão, 126 quilômetros se transformam em dízima periódica no meu coração. Tem dia que tudo que se quer é o outro por inteiro, porque tudo não dá pra ser metade não. O que se quer é coragem. É dividir a bagagem e ir na mesma direção. É lutar a luta que for, sem saber de golpe, artimanha e sem se importar com decepção. Tem dia que se quer justiça, ela nunca é em vão. Tem dia que o preço não é justo, mas o valor, só dias futuros dirão. Tem dias que são hoje e a única certeza é que nunca voltarão. Tem dia que a vida é pura solidão.


Por Aline Pedrosa

Posts recentes

Ver tudo

Liberdade

Lutando contra as forças Internas e externas, Buscando a felicidade Em todo canto e em cada fresta. Relevante sensação; De fato, relativa. Angústia presente Diversas vezes Escondida. Yuri Nunes Instag

Personificação

Teresa revoluciona ao sentir os gestos que suspendem dizeres e abraçar é uma ação no microcosmo dessa suspensão. Depois iremos forçar os limites da linguagem, escrever para confirmar existências e por

Globalização do amor

Amar na ausência, como se presente fosse, Como se tão perto estivesse, Globalização do amor. Corações planejam a presença, Dia a dia, raras, mas de tanto valor. Encontros que de tão intensos, Marcam,

© Copyright