Buscar
  • Aline Pedrosa

Tem dia

Tem dia que pessoas parecem carcaças, que sorrisos estão de cabeça pra baixo e nosso mundo no chão. Tem dia que levantar é difícil, seguir é pesado, e parar, reflexão. Tem dia que tudo que se quer é atenção, reter o que há de melhor no outro, mesmo que por compaixão. Um afago amigo, comida de mãe, feijão de vó, piada de irmão. Tem dia que as raízes nos puxam e dói, porque temos que ir na contramão. Tem dia que a cidade Natal parece ser em outra dimensão, 126 quilômetros se transformam em dízima periódica no meu coração. Tem dia que tudo que se quer é o outro por inteiro, porque tudo não dá pra ser metade não. O que se quer é coragem. É dividir a bagagem e ir na mesma direção. É lutar a luta que for, sem saber de golpe, artimanha e sem se importar com decepção. Tem dia que se quer justiça, ela nunca é em vão. Tem dia que o preço não é justo, mas o valor, só dias futuros dirão. Tem dias que são hoje e a única certeza é que nunca voltarão. Tem dia que a vida é pura solidão.


Por Aline Pedrosa

Posts recentes

Ver tudo

Café

O aroma das manhãs; Expresso Para o primeiro convite; Capuccino Para fortalecer as amizades; Frappe Depois de um amor gostoso; Duplo Debaixo do cobertor acompanhados de um livro; Mocha Fortalecendo os

Por mais Acrósticos

A palavra Amarrotada, Amarrada Cerrada, Cicatrizada, Concluída Rasga-se, Refaz-se, Reproduz-se, Recompõe-se, Recria-se no acróstico. Obliterada, Olvida, Oculta Secreta, Sagrada Transgride, Transver e

Mundo Qualquer

Tenho achado que já não sou firme o bastante pra amolecer se quiser Para rabiscar num papel e ir-me às linhas e achar-me em um mundo qualquer Tenho notado que já sei demais e não sei mais esquecer se