Tem dia

Tem dia que pessoas parecem carcaças, que sorrisos estão de cabeça pra baixo e nosso mundo no chão. Tem dia que levantar é difícil, seguir é pesado, e parar, reflexão. Tem dia que tudo que se quer é atenção, reter o que há de melhor no outro, mesmo que por compaixão. Um afago amigo, comida de mãe, feijão de vó, piada de irmão. Tem dia que as raízes nos puxam e dói, porque temos que ir na contramão. Tem dia que a cidade Natal parece ser em outra dimensão, 126 quilômetros se transformam em dízima periódica no meu coração. Tem dia que tudo que se quer é o outro por inteiro, porque tudo não dá pra ser metade não. O que se quer é coragem. É dividir a bagagem e ir na mesma direção. É lutar a luta que for, sem saber de golpe, artimanha e sem se importar com decepção. Tem dia que se quer justiça, ela nunca é em vão. Tem dia que o preço não é justo, mas o valor, só dias futuros dirão. Tem dias que são hoje e a única certeza é que nunca voltarão. Tem dia que a vida é pura solidão.


Por Aline Pedrosa

Posts recentes

Ver tudo

Onde vais pelas trevas impuras, cavaleiro das armas escuras (...) Cavaleiro, que és? – que mistério Que te força da morte no império Pela noite assombrada a vagar? Álvares de Azevedo Por que é que voc

Lucas e Adalberto escreveram sua carta ao Papai Noel juntos. Empolgados, eles conversaram sobre o que fariam quando recebessem seus brinquedos. Lucas pediu uma bola e Adalberto um carrinho de madeira.

Dentro de mim cadeado, Porta aberta, cárcere privado, Ventre ancestral do tempo, Dentro de mim, muralha, Que a palavra não apaga Chica da Silva, Marielle, Anita, Dandara, Pagu, Maria Quitéria, Maria B

Deixe seu comentário: